ORGANIZAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
ORGANIZAÇÃO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
Bem-vindo

Casa do Baile promove caminhadas culturais pela Pampulha

A Casa do Baile, idealizada por Juscelino Kubitschek e projetada por Oscar Niemeyer na década de 1940, integra o Conjunto Moderno da Pampulha e, desde 2002, funciona como Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e Design, mantido pela Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Fundação Municipal de Cultura. Como tal, a Casa produz e abriga exposições, publicações, mostras, seminários, encontros e ações educativas, sendo uma dessas ações o projeto “Caminhos Arquitetônicos”, que promove caminhadas culturais pela Pampulha.

“Caminhos Arquitetônicos” surgiu em 2013 e foi criado pelo setor educativo da Casa do Baile com a ideia de realizar uma mediação capaz de proporcionar ao visitante aproveitamento ampliado do espaço, relacionando a Casa a seu entorno, outros museus e à paisagem da Pampulha. A partir disso, a proposta tomou forma e foi desenvolvida como caminhadas guiadas nos quais as pessoas podem conhecer e reconhecer a Pampulha em múltiplos aspectos, exercitando seus olhares.

O coordenador da Casa do Baile, Cássio Campos, ressalta que o projeto nasceu da necessidade de mediar a instituição para além de si mesma. “É uma ação extramuros, extra-museal, em que o museu é colocado numa outra perspectiva, sendo o ato de caminhar entendido como uma prática estética, uma outra forma de arte”, explica. Cássio também chama a atenção para a importância da atividade como compreensão de patrimônio. “No contexto da declaração da Pampulha como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, acho de suma importância a existência de práticas educativas que conectem as pessoas a essa paisagem de formas mais imersivas e significativas”, completa.

Nesse sentido, os objetivos da atividade incluem a realização de experiências reflexivas e sensíveis relacionadas ao Conjunto Moderno da Pampulha; valorizar e ampliar a visibilidade da arquitetura, do paisagismo e das artes integradas no Conjunto; e contribuir para o conhecimento e reconhecimento da declaração do Conjunto Moderno da Pampulha como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Segundo a Diretora de Museus, Letícia Dias, o projeto é uma iniciativa que reforça a vocação museal da Casa do Baile como centro de referência em arquitetura, urbanismo e design, possibilitando experiências culturalmente enriquecedoras. “As caminhadas conectam os museus municipais da Pampulha a outros atrativos da Lagoa, bem como à paisagem natural, fazendo com que o visitante se envolva com essa paisagem e usufrua melhor de tudo que a compõe. Desse modo, o visitante identifica os elementos paisagísticos, como se relacionam entre si e como se transformam e são transformados pelas ações na cidade, sobretudo as ações humanas”, afirma.

As caminhadas são realizadas em temporadas anuais e fazem a ligação entre pontos de interesses de visitação na Pampulha, em trajetos específicos, com paradas previamente selecionadas. Nelas, são mostradas fotografias antigas, que instigam o exercício de compreensão sobre quais modificações aconteceram na paisagem. A atividade é aberta ao público em geral, sem restrições de idade. As pessoas podem se inscrever previamente, por e-mail, em vagas que são limitadas. Cada grupo conta com, em média, 15 participantes, acompanhados por um mediador, profissional da instituição.

Desde sua criação, o projeto “Caminhos Arquitetônicos” já realizou 12 caminhadas. Neste segundo semestre de 2019, estão programadas três edições, sempre das 14 às 17 horas: no dia 25 de julho, o trajeto será da Casa do Baile até o Museu de Arte da Pampulha (MAP); no dia 29 de agosto sairá da Casa do Baile em direção à Igreja de São Francisco de Assis; e dia 19 de setembro, o trajeto começa no Museu Casa Kubitschek e vai até a Igreja de São Francisco de Assis.

Casa do Baile – Centro de Referência de Arquitetura, Urbanismo e Design

Avenida Otacílio Negrão de Lima, 751, São Luís – Pampulha

CEP 31.365-450 / Belo Horizonte / MG

Funcionamento: De terça-feira à domingo, das 9h às 18h

Ônibus 5401

Telefone: (31) 3277-7443/ E-mail: cb.fmc@pbh.gov.br

Produzido por HDesign